A Graça do Deus Único e Verdadeiro


A Graça o Perdão e a Benevolência Deus dá porque quer, ninguém o obriga, é como o pai e a mãe que dão tudo ao seu bebé que acabou de nascer. A graça de Deus manifesta-se em amor, gozo, paz, longanimidade, bondade, fé mansidão e temperança. (Gl 5:22). A graça do ser humano, manifesta-se num amor constante, por Deus e pela pessoa e pela boa criação de Deus. A graça está relacionada com a aliança, baseada no sangue do Senhor Jesus Cristo. No matrimónio até é usado um anel que simboliza a união matrimonial, que não deve ser dissolvida. O marido está em aliança com sua esposa, assim como Deus está em aliança com o seu povo. Deus tem misericórdia de mim porque está em aliança comigo, por isso ainda não me destruiu. (Lm 3:22). Baseado nesta aliança, Deus me salva, sara, e me livra de todo o mal, que o diabo intenta trazer-me. (Os 6:1-7). A graça de Deus, tem sido manifestada ao seu povo de Israel, desde que Jacob nasceu. (Jr 31:1-14). Israel, que era Jacob, precisou da graça ou perdão do seu irmão Esaú, desde que este ficou zangado com ele. (Gn 33:1-11). E, porque Deus estava ajudando o José filho de Jacob, o Pai Celestial deu a Putifar, o seu senhor, capacidade de manifestar a sua graça para com o seu escravo. (Gn 39:1-6). Algo parecido aconteceu com Ruth, a moabita, que sendo estrangeira, foi bem acolhida pelo boaz. (Rt 2:1-23). Graças a Deus temos o céu, o dia e a noite, isso manifesta a sabedoria infinita do Pai do Senhor Jesus Cristo. Ele recompensa aqueles que lhe obedecem, mas também, pela sua graça, o nosso Pai Espiritual, perdoa os nossos pecados e nos limpa de toda a iniquidade. (Sl 19:1-14; Jo 1:17; Hb 11:6; 1 Jo 1:9). Pela sua graça maravilhosa, e tão necessária aos perdidos, porque sem ela não podemos ser salvos, então Deus mandou o seu Filho Unigénito, que já tinha prometido a Abraão e que foi simbolizado pelo seu filho isaac. (Gn 17:7,8,21; Gl 3:16; Tt 2:11). A graça de Deus se manifestou a Israel, mas eles deviam cumprir a lei de Moisés porque era a parte que estava estabelecida na aliança, antes do Senhor Jesus Cristo ter vindo, como homem. (Dt 7:1-26; 8:18; Jo 1:29). O Novo Testamento mostra-nos a graça do Senhor Jesus Cristo, também nós os filhos de Deus, devemos mostrar a nossa graça, para com as outras pessoas. (Cl 2:13; 3:13). Creio que Deus se compadece daquele que lhe obedece ou que lhe irá obedecer. Deus sabia que o Jacob se sujeitaria à sua vontade, como aconteceu com Abraão. Pela sua graça, Deus me deu capacidade de nascer de novo e viver uma vida agradável e próspera. (Gn 18:17-19; Rm 9.11-18,23; 11:24-32). A salvação não é pelas boas obras que eu possa fazer, mas é pela graça de Deus, revelada na sua palavra. Os Israelitas pensavam que deveriam ser mais abençoados, mas a salvação para judeus e gentios, é pela graça do Senhor Jesus Cristo. O Dono da salvação é Deus e ele a dá a todos de igual maneira e ele o faz pelo senhor Espírito santo e pelo meu arrependimento do pecado. (Mt 20:1-16). A ceia de Deus é para comermos a carne e o sangue do Filho Unigénito do Pai Celestial. Os convidados eram os judeus, mas eles não receberam o Messias verdadeiro e todos apresentaram motivos para o rejeitar. Visto que eles o rejeitaram, Deus logo mandou chamar os gentios, é verdade que Deus desejava salvar primeiro os judeus e usá-los para pregarem aos gentios. Muitos judeus que foram convidados pelos apóstolos, depois do dia de pentecostes, rejeitaram a salvação e morreram perdidos? Eu creio que sim! (Lc 14:6-20). Os fillhos de Deus foram beijados e abraçados pelo nosso Pai Celestial que nos fez nascer de novo, nos salvou e fez connosco uma aliança, baseada no sangue do Senhor Jesus Cristo, simbolizado pelo bezerro cevado. Os judeus que ainda não receberam o Messias verdadeiro, acham estranho o facto de os gentios acreditarem e terem sido salvos. Mas Deus continua a instar com os judeus para que recebam a salvação, por Cristo Jesus, nosso Senhor. Deus alegra-se com todas as pessoas, judeus ou gentios, que recebem o Senhor Jesus Cristo. (Lc 15:20-24). Tanto para judeus, como para gentios, a salvação é pela graça, começa pelo facto de receber a palavra de Deus e ser convencido pelo Espírito Santo e de se arrepender dos seus pecados e serão santificados na verdade, que é a palavra de Deus. (Mc 1:15; 6:12; Lc 7:50; 24:47). O governador romano, chamado Felix demonstrou graça os judeus e desgraça para S.Paulo. (At 24:27; 25:1-27) O anjo Gabriel, trouxe uma mensagem cheia de graça, para Maria, mãe do Senhor Jesus Cristo. (Lc 1:30) O povo que ouviu os apóstolos, manifestaram-lhes graça e á igreja que eles dirigiram. (At 2:47; 7:10,46). A graça de Deus livra-nos do temor e dá-nos coragem, portanto devemos agradecer ao Pai Celestial, confiando na sua graça. (At 4:33; 11:23; 13:43). O Senhor Jesus Cristo trouxe-nos a graça e a verdade, ele era cheio de graça e por isso falava com ousadia, demonstrando que estava disposto a morrer por eles, para os salvar, e não temia ninguém, nem coisa nenhuma. (Lc 4:20-22). Paulo e Barnabé, anunciavam o evangelho da graça, também estavam cheios da graça de Deus, por isso o Pai Celestial, usava as suas mãos para fazerem sinais e prodígios. (Mc 16:15-20; At 14:3; 20:24). Também devemos agir com graça para com os nossos inimigos, devemos viver de acordo com a doutrina do Senhor Jesus Cristo: perdoando, não andando com ressentimentos, amarguras, tristezas, para que não levemos outros a agirem em pecado, porque assim seremos privados da graça de Deus e seremos atormentados pelos espíritos imundos. (Mt 18:23-35; Hb 12:14,15). Mas podemos dizer a Deus o seguinte: Pai Celestial, ajuda-me a amar, bendizer, fazer bem e orar pelos meus inimigos humanos. (Mt 5:44) Aquela pessoa que rejeitar o Senhor Jesus Cristo, ficará perdida eternamente, porque está a ofender o Espírito de Deus que transmite para nós a graça de Deus Pai e Filho. (Hb 10:29). Meditámos sobre a graça do Deus único e verdadeiro, cheio de graça e de verdade, que é Espírito, Vida, Luz etc.. Ele é o criador e dono de tudo e de todos, mas manifesta-se a todos que recebem o seu Filho Unigénito e que vivem em paz e santificação. (Hb 11:6; 12:14; Jo 1:1-14). Para maior informação pode ler as páginas 681-683 do Novo Dicionário da Bíblia, Edições Vida Nova Caixa postal 21486 01000 São Paulo Brasil

Comentários

Orvalho do Céu disse…
Olá, João
Passo, com calma, bem antes da data, para desejar-lhe, com carinho fraterno, que vc tenha Boas Festas neste fim de ano!!!
"A felicidade é com a gota de orvalho numa pétala de flor, brilha tranquila, depois que leve oscila e cai como a lágrima de amor".
Que vc seja muito abençoado e feliz!!!
Abraços fraternos de Boas Festas

Mensagens populares deste blogue

Considera-o como um Gentio e Publicano

Entra no Gozo do teu Senhor Jesus Cristo o Rei Eterno

O Fruto da Justiça Semeia-se na Paz