domingo, fevereiro 13, 2011

Enganamo-nos a nós mesmos


Queixe-se cada um dos seus Pecados


Lv 20:23; Lv 26:15; 1Sm 1:6; 2 Sm 13:15; 1Rs 16:33; Jb 4:2; Jb 9:27; Jb 10:1;
Jb 23:2; Sl 55:2; Sl 119:71; Sl 142:2; Lm 3:39; Ez 8:17; Lc 14:26; Rm 8:28; Rm 12:15,19; 1Co 10:13; Ef 4:26; Ef 6:12; Cl 3:13; 1Ts 5:18; 2 Pd 2:7;

A Ana, esposa de Elcana, era provocada a irar-se porque Penina, segunda esposa de Elcana, dera dois filhos a Elcana, mas Ana era estéril, portanto não podia ter filhos.
Até o sacerdote Eli, julgou que Ana estava embriagada, mas ela explicou-lhe que o facto de estar a mover os lábios, não era por estar embriagada, mas por estar a orar a Deus, para que a livrasse da sua tribulação.
Depois de orar, e receber a bênção do sacerdote Eli, ela já não se sentia triste.
Foi uma boa maneira de se livrar da tristeza de não poder ter filhos e também da provocação de Penina.
Ela estava a errar, porque não pedia a Deus que a livrasse da esterilidade, e isso dava a Penina ocasião de a provocar.
Nós somos imprudentes, imperfeitos, e ignorantes, e o diabo aproveita isso para nos fazer sofrer.
Devemos queixar-nos a Deus, e não às outras pessoas, devemos repreender o diabo, porque, Desde a Eva e o Adão que tem mentido e enganado a raça humana.
Jesus Cristo morreu em lugar dos pecadores, por isso devemos pedir a Deus que nos veja através de Jesus, e vendo-nos em Cristo, e através do Filho Unigénito de Deus, o Altíssimo não nos castiga porque já nos castigou, quando na cruz, o espírito humano sofreu, juntamente com o Espírito de Jesus Cristo.
Deus queixa-se e tem todo o direito de Se queixar, mas ao ver-nos em Cristo, como varas na videira verdadeira, Ele nos perdoa.
Nós devemos dar graças a Deus, em tudo o que nos acontece, porque Ele faz que elas contribuam para o nosso bem, mesmo que pareça que não.
O Job sofreu muito, mas por esse caminho, teve a revelação de quem é Deus, e teve o dobro do que tinha perdido.
Deus nos mostrará o meio de escapar, e de não cairmos na tentação do diabo, ou de outras pessoas usadas por ele.
Mesmo que a pessoa fique irada, não deve deixar-se usar pela ira para fazer mal, ou para se queixar.
Deve deixar a vingança com Deus, e deve pedir-Lhe, que a ajude a perdoar, assim como Cristo nos perdoou.
Deus nos livra da tentação porque somos imitadores de Jesus Cristo, vivendo em amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé mansidão e temperança.

Meditámos sobre o facto de não devermos queixar-nos, às outras pessoas, ou contra elas, mas devemos perdoar-lhes e deixar o julgamento com Deus.




Aleluia eu Conheço Jesus

fé é o oposto do medo, temos fé no Deus que conhecemos e temos medo do que não conhecemos. Estudemos as palavras e actos do Senhor Jesus ...