quinta-feira, abril 09, 2009

Recebestes o Espírito


Pelas obras da Lei ou pela Pregação da Fé

Gl 3:1,2; Rm 8:1,2; Jesus veio à terra, porque os homens, sem Ele não podem salvar-se da lei do pecado e da morte, isto é: as pessoas estão destituídas da glória de Deus, e por isso transgridem a lei que diz que devemos ser perfeitos, como Deus É, então devemos cumprir a vontade de Deus de forma perfeita, mas não conseguimos, e nesse caminho ninguém fica livre do inferno.
Gn 2:17; 3:5; Ex 16:10; 24:16; Rm 3:21-25; 6:19-23; O homem devia seguir a ciência de Deus, para ter a vida eterna, mas seguiu a ciência do mal, que é a ciência do diabo, e é contra Deus, portanto o homem perdeu a glória de Deus, e tornou-se escravo do pecado.
Rm 7:18-25; 8:14; A pessoa, sem Jesus Cristo, pode desejar fazer o bem, mas não tem força suficiente para o fazer, há nela um princípio mau chamado pecado, que a leva a fazer o que não quer, porque não está ligada à videira verdadeira, que É Jesus Cristo, e portanto não é guiada pelo Espírito de Deus.
A pessoa que não é guiada pelo Espírito de Deus, é guiada pela carne, que é a natureza pecaminosa que Adão e os seus descendentes receberam, devido a terem desobedecido a Deus.
Jo 10:10; 14:6; Os Gálatas seguiam a Jesus Cristo, que É o caminho a verdade e a vida, que os conduzia ao Pai celestial, e lhes dava vida com abundância, mas mudaram para o caminho da carne e do diabo que veio para roubar, matar e destruir.
Ef 5:17-21; Eles não estavam a obedecer a Jesus Cristo, que Paulo lhes tinha apresentado, como o Filho Unigénito de Deus, que tinha sido crucificado.
Ef 2:8; Paulo mostrou aos Gálatas que eles tinham recebido o Espírito de Deus, por terem ouvido a pregação da fé na morte, ressurreição e assunção de Jesus Cristo ao céu, não O receberam por terem cumprido as obras da lei.

O Pai Celestial Conhece os Corações


Deus Operou eficazmente em Pedro

Gl 2:1-21; A igreja da Judeia, que servia a Jesus Cristo, glorificava a Deus pela conversão de Paulo.
Em lugar de Paulo, eu escreveria o seguinte:
Paulo esteve em Jerusalém, na Síria, e na Cilícia, e depois, passados catorze anos, voltou a Jerusalém acompanhado de Barnabé e de Tito.
Deus tinha revelado a Paulo que ele devia ir a Jerusalém, essa foi a razão que o levou até lá.
Paulo expôs, perante os que estavam em estima, na igreja de Deus, o evangelho que tinha pregado, durante mais de catorze anos, para confirmar que este evangelho concordava com o evangelho que eles pregavam.
At 15:1; ...Havia alguns que ensinavam assim os irmãos: se vos não circuncidardes, conforme o uso de Moisés, não podeis salvar-vos.
Os falsos irmãos, queriam que Tito, sendo grego, fosse circuncidado, mas ele não se sentiu obrigado a fazer isso, porque isso não foi aprovado no concílio de Jerusalém.
Então Paulo e a igreja de Deus, não eram escravos das leis de Moisés, mas era escravos da lei de Jesus Cristo.
O alvo de Paulo e daqueles que concordavam com ele, era não se deixarem enganar.
Aqueles, que pretendiam continuar a seguir, a circuncisão, que Jesus Cristo e o Espírito de Deus, não tinham mandado fazer, nem a igreja tinha dado essa ordem, eles é que estavam enganados.
At 4:12; Os sacerdotes, , e o capitão do templo, e os saduceus, e os anciãos, e os escribas, e Anás, o sumo sacerdote, e Caifás, e João e Alexandre, e todos quantos havia da linhagem do sumo sacerdote, deviam ser aqueles de que Paulo diz: ...aqueles que pareciam ser alguma coisa...nada me comunicaram, porque não tinham recebido Jesus Cristo, como seu Rei, Senhor e Salvador....
Pedro e Paulo não precisavam deles, porque O Espírito de Deus os ensinava, e guiava, e lhes dava o Seu poder.
Mt 16:18; Não era só o Pedro que era uma coluna da igreja, mas também, o Tiago e o João, pelo menos, e estes conhecendo, que a graça de Jesus Cristo, tinha sido dada ao paulo, concordaram em trabalhar juntos, incluindo o Barnabé, e assim Paulo e Barnabé iriam pregar aos gentios e Tiago, e Cefas (Pedro) e João iriam pregar aos que tinham sido circuncidados, segundo a lei de Moisés.
Tiago Cefas e João, aconselharam a Paulo e a barnabé, a que se lembrassem dos pobres, então Paulo tinha isso em conta, na medida do possível.

Paulo Contradiz ao Pedro

Mt 10:3; 13:55; Mc 6:3; At 12:2,17; 15:13-21; 1 Co 15:7; Gl 1:19; 2:9; Tg 1:1; O Tiago irmão de João, foi morto pelo rei Herodes, havia um Tiago que era irmão de Jesus, havia o Tiago, filho de Alfeu.
O Pedro andava em comunhão com os gentios, mas depois de terem chegado alguns, que eram contra a salvação sem circuncisão, afastou-se dos gentios, com medo de ser reprovado, pelos que eram da circuncisão, e o Barnabé, e outros judeus, também ficaram com medo deles, e fingiam que também estavam do lado dos que defendiam a circuncisão, como necessária para a salvação.
At 9:1-18; Mas Paulo, era mais ousado, o facto de ter visto Jesus Cristo no caminho para Damasco, e toda a sua experiência de vida, dava-lhe mais ousadia.
Exemplo: aconteceu-me um dia que vinha no autocarro, a falar com uma senhora sobre Deus, as outras pessoas estavam escutando, e eu estava a pensar se devia calar-me, porque as outras pessoas poderiam pensar contra Deus, e haveria o perigo de eu ter de entrar em diálogo com outros que se metessem na conversa, isto era o diabo a querer que eu me calasse.
Algo semelhante deve ter acontecido com o Pedro, e ele queria evitar conversas, que não edificariam os novos crentes gentios, mas Paulo não achou bem e repreendeu ao Pedro na presença de todos, porque ele era judeu e vivia como um gentio, e estava a querer que os gentios vivessem como judeus, isto é: sujeitos à circuncisão.
Paulo explicou que apesar de serem judeus, sabiam que o homem, não é justificado, por cumprir a lei de Moisés, mas pela fé de que Jesus Cristo cumpriu o castigo que os descendentes de Adão mereciam, e nos deu o Seu Espírito, que é o Espírito de Deus, que nos ajuda a não cairmos em tentação.
Se a lei de Moisés pudesse justificar e salvar os descendentes do Adão que são escravos do pecado, e não conseguem cumprir a mesma lei, então não era preciso Jesus Cristo, ter vindo à terra como o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo....

Aleluia eu Conheço Jesus

fé é o oposto do medo, temos fé no Deus que conhecemos e temos medo do que não conhecemos. Estudemos as palavras e actos do Senhor Jesus ...