sexta-feira, novembro 09, 2007

Is 49:1-26; Agora é o Tempo Aceitável

Prender
1
E Agora?
Mc 4:26-29; 2 Co 10:4,5; Pv 18:20,21; Vamos destruir todas as imaginações, que, estando no nosso subconsciente motivaram os sentimentos de enfermidade.
1.1. Eu tenho orado a Deus para que Ele me dê sabedoria, para destruir os conselhos do diabo, a sua altivez, que se levanta contra a Palavra de Deus, porque Deus diz que eu estou curado e o meu corpo diz que sente dores; portanto levo a minha mente e a minha boca a dizer o mesmo que Deus diz, e digo, que me imagino já curado pelas pisaduras de Jesus Cristo.
1.2. Ef 1:3; A palavra de Deus é a verdade, Deus diz que já me abençoou com todas as bênçãos portanto eu estou curado.
1.3. Estou curado porque Jesus Cristo levou sobre Si Mesmo as minhas dores e enfermidades, e Deus curou-me porque as pisaduras de Jesus Cristo e o Seu sangue, são o remédio eficaz que me curam.
1.3. Um pai humano curaria o seu filho, com o remédio que tivesse á sua disposição portanto, Deus também cura os seus filhos que lhe pedem.
Ef 2:11-22; Hb 12:23; Devemos recordar a nós mesmos que pertencemos a Jesus Cristo; aqueles que O recebem, sejam Judeus ou gentios, ficam em paz, uns com os outros. Jesus Cristo desfez a lei dos mandamentos, que consistia em ordens, que tinham sido dadas, para um povo e um tempo específicos; Então tanto Judeus como gentios, nascem de novo e serão um só povo, constituído de espíritos aperfeiçoados.
Estamos verificando que a imaginação errada, que não concorda com Deus, foi a causa da ruína do ser humano;
Gn 3:1-24; O diabo fez que a Eva imaginasse que o facto de desobedecer a Deus, iria fazer que ela fosse igual ao seu Criador, imaginou que saberia tanto como Deus, isso foi a causa do seu trambolhão.
Estamos vendo que a queda do ser humano, separou o seu espírito do seu Criador, e assim o seu corpo e alma, sofreram, sofrem e sofrerão, doença dor e morte, porque deixaram de saber pensar, falar e comer de acordo com a vontade de Deus. Eles não ficaram iguais ao seu Criador, mas ficaram semelhantes ao diabo, que os tinha enganado. Mas Deus tinha e tem um plano eficaz, para salvar o ser humano, sem interferir no seu direito de decidir, então, se de livre vontade, você receber Jesus Cristo, como seu Rei, Senhor e Salvador, é transportado para o reino de Deus, Pai, Filho e Espírito Santo.
Receba-O agora mesmo dizendo o seguinte: Jesus Cristo, Filho Unigénito do meu Criador, te peço que perdoes os meus pecados e me purifiques de toda a minha iniquidade, eu te recebo como meu Rei, Senhor e Salvador, te peço que entres dentro do meu espírito, alma e corpo e me transportes, para o Teu reino de perdão e amor. Amém.
As imaginações do homem são continuamente más, mas as imaginações de Jesus Cristo são continuamente boas, tudo o que Ele inventou é para o bem de tudo e de todos. Ele venceu todas as imaginações do diabo, morreu em lugar do Adão e de toda a sua geração, Ele salva, cura e liberta a todo o que O receber e nele permanecer eternamente.
Sl 91:1-16; Meditemos todos os dias neste Salmo, durante sete semanas, dizendo o seguinte:
1. Imagino-me Ó meu Criador, habitando no Teu esconderijo e descansando à Tua sombra, como o bebé humano à sombra do seu pai.
2. Eu digo que Tu És o meu refúgio e a minha força, porque me ajudas em tudo, como o bom pastor faz às suas ovelhas.
3. Meu Criador, eu Te imagino, livrando-me da mentira, e de todos os laços do diabo, e de toda a doença e seus sintomas.
4. Eu imagino-Te cobrindo-me com a Tua protecção, e com a Tua verdade, como a águia cobre os seus filhos e os protege.
5,6. Pai celestial, eu uso as tuas palavras, e digo: sou ousado, como o meu Jesus Cristo foi e É, sou mais que vencedor.
7,8,9. Estou sempre protegido da doença, vejo os que semeiam joio a ceifarem-no, os que semeiam ventos a ceifarem tempestades.
10. Mt 6:33; Imagino-me completamente protegido, pelo poder do Céu, porque busco fazer a vontade de Deus em primeiro lugar, fazendo a vontade do meu Criador, mesmo que o ser humano, ou qualquer outro me ordenem o contrário do meu Deus.
11. Imagino os anjos de Deus a guardarem-me, em todo o lugar onde eu estiver, ou por onde passar.
12. At 8:39,40; Imagino-os a eles e ao próprio Espírito de Deus, a transportarem-me, como fizeram ao santo Filipe.
13,14. Imagino-me a vencer toda a força e toda a mentira do diabo, e a amar a Deus acima de tudo, e Ele a livrar-me, de todo o vício que me leva a imaginar que o meu corpo pode ficar com sintomas de enfermidade.
15. Lc 24:13-35; Imagino-me a suplicar a Deus para que me ajude, e Ele querendo ficar comigo, como Jesus Cristo ficou com os discípulos que iam a caminho de Emaús, imagino-O a fazer que os meus inimigos me obedeçam.
16. Imagino-me vencendo todo o mal que o diabo me quer fazer, e vivendo muitos anos, sempre a servir o meu Criador.
2 Co 10:4,5; Apesar de o meu corpo falar ao contrário do que Deus diz, porque foi isso que aprendeu, posso destruir essas fortalezas, essas formas de pensar erradas, que dão origem aos sintomas de enfermidade, à pobreza e a todo o mal.
Esses conselhos ou ensinamentos, ou vícios, que recebemos dos nossos ascendentes, tios, tias, ou outros, desde a Eva e o Adão, estão se levantando contra a palavra de Deus, para nosso mal, é necessário que os prendamos e os transformemos com o conhecimento que as escrituras nos ensinam; por isso devemos apresentar os nossos corpos, perante Deus, que É Espírito e está em todo o lugar.
Devemos dizer-Lhe o seguinte:
Rm 12:1; Pai celestial apresento a ti o meu corpo, que está habituado a dizer o contrário da tua palavra, te peço que o libertes agora mesmo, de toda a imaginação errada, e que destruas nele todos os conselhos, e toda a soberba, que se tem levantado contra o Teu perfeito conhecimento. Recebo agora mesmo a resposta à minha oração em nome de Jesus Cristo, o Teu Filho primogénito. Amém.
Com este texto não quero dizer que devemos deixar de comer, beber, ou fazer qualquer outra coisa, que pertença à lei da prudência.
Gn 2:16; E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: de toda a árvore do jardim comerás livremente.

Aleluia eu Conheço Jesus

fé é o oposto do medo, temos fé no Deus que conhecemos e temos medo do que não conhecemos. Estudemos as palavras e actos do Senhor Jesus ...