quinta-feira, junho 07, 2012

A Ressurreição de Jesus Deu-nos uma Boa Consciência

Jesus Ressuscitou Junte-se com os seus Discípulos At 2:1-8,14; 1 Co 15:40-49; Lc 16:9-20; At 1:4-14; 5:1-11; Lc 1:4; Jo 16:9; 18:2; Mt 16:16; 18:20; 27:5; Jo 1:12,13; 20:19-31; Os discípulos tinham medo dos judeus, porque não sabiam que Jesus tinha ressuscitado e não tinham ouvido o som espiritual do Espírito de Deus, não tinham visto as suas línguas de fogo e não tinham sido cheios do Espírito Santo, que ainda não lhes tinha permitido falar noutras línguas. Depois eles viram o corpo celestial, incorrupto, glorioso, vigoroso, vivificante com que o Senhor Jesus Cristo lhes tinha aparecido. Então estando mais de dois ou três reunidos em nome de Jesus, ele se manifestou no meio deles. Os discípulos estavam alegres, porque Jesus tinha ressuscitado, tinha vencido a morte e lhes tinha aparecido O propósito principal da sua reunião com os seus discípulos era enviá-los a todo o mundo para pregar o evangelho, a toda a criatura. Assoprar sobre eles com o seu o corpo celestial, incorrupto, glorioso, vigoroso, vivificante com que o Senhor Jesus Cristo lhes tinha aparecido, não era o mesmo do que assoprar, com o seu corpo terrestre, que podia morrer. Esse sopro transmitiu-lhes a sua energia celestial, incorrupta, gloriosa, vigorosa, vivificante para que pudessem ser santificados e pudessem receber o Espírito Santo, no dia de pentecostes. Eles receberam a capacidade de saberem quem estava em pecado e quem já tinha sido perdoado. S. Pedro evidenciou essa capacidade dizendo ao Ananias qual era o seu pecado e que tinham, ele a sua esposa Safira, tentado o Espírito do Senhor. A reunião onde o Judas não estava presente, porque se tinha suicidado, por enforcamento, e onde Tomé não esteve porque não quis, foi realizada num domingo e oito dias depois fizeram uma nova reunião, portanto reuniam-se ao domingo. Jesus tinha assoprado sobre seus discípulos, com o seu corpo celestial, incorrupto, glorioso, vigoroso, vivificante, mas o Tomé não recebeu esse sopro, essa santificação, essa preparação para receber, no dia de pentecostes, o Espírito Santo, Mas depois, ele estava no cenáculo, com aquele grupo, de quase cento e vinte pessoas e quando Jesus lhes transmitiu a paz e lhes mostrou as mãos e os seus pés, ele reconheceu-o como seu Rei e seu Senhor, então Jesus deve ter dado ao Tomé, essa energia e essa santificação que os outros tinham recebido. Quando Jesus assoprou, fez como o Pai Celestial tinha feito, em Génesis dois, sete, Jesus com seu corpo celestial, imortal, transmitiu aos discípulos presentes, a vida, a fé, a capacidade de crerem e receberem o Senhor Jesus Cristo, como seu Rei, Senhor e Salvador, e de receberem também o Espírito de Deus. Esse sopro transmitiu-lhes a sua energia celestial, incorrupta, gloriosa, vigorosa, mas o Tomé tinha perdido a primeira bênção. Mas depois ele recebeu a certeza das coisas de que já estava informado, porque se ajuntou com aqueles que tinham visto Jesus Cristo, e ele mesmo o viu ressuscitado e tinham ouvido as suas palavras. O pecado principal que pode levar à perdição eterna, é o facto de não crer que o Senhor Jesus Cristo ressuscitou. Portanto devemos buscá-lo, para o encontrar e para ter a vida eterna, porque sem ele nada podemos fazer. Depois Tomé reconheceu que Jesus, depois da sua própria ressurreição, não era um simples homem, mas era, e é, o Cristo, o Filho do Deus vivo. Antes,Tomé duvidava de tudo, mas Jesus o transformou e o Espírito de Deus o regenerou, dando-lhe tudo o que ele precisava, para a salvação. Porque a todos quantos o receberam o Senhor Jesus Cristo, foi-lhes dado o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus.

Receberemos um Novo Corpo

(Gn 1:1-4; Rm 5:5; 8:11,14,26; 15:19; 1 Co 15:50-58; Sl 119:25,107,149,154,156; 143:11; 2 Co 3:6; Jo 14:17,26; 15:26; 16:13;20:22; Is 53:4,...