segunda-feira, março 16, 2009

Instruído em Toda a Ciência dos Egípcios


Palavras e Obras

At 7:22; Moisés foi instruído em toda a ciência dos egípcios; e era poderoso em suas palavras e obras.
1 Co 2:4-16; 2 Pd 3:15, Depois de Deus o ter mandado ao Egipto, aos oitenta anos de idade, creio que ele tinha um espírito, como o de S. Paulo, que falava com o poder e inspiração de Deus. Não falavam a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo...mas falavam a sabedoria de Deus...a qual Deus ordenou...para nossa glória...que Deus preparou para os que amam. Deus a revelou pelo Seu Espírito.
Mt 12:42; Lc 11:29-32; O Espírito de Deus e de Jesus Cristo, recebiam as ordens de Deus, o Pai celestial, por isso Jesus Cristo confirmou a existência daqueles a quem era superior: o Jonas, o que Salomão etc..
At 6:3,10; Os servos de Deus, na Sua igreja, devem ter boa reputação, devem ser dirigidos pelo Espírito de Deus, e devem estar cheios da sabedoria vinda de Deus.
At 7:9-14; José, Filho de Israel, recebeu a graça de Deus e a Sua sabedoria, para vencer toda a tribulação e alcançar, no Egipto, uma posição política elevadíssima.
Mt 4:1-11; Lc 21:12-14; Deus deu ao José oportunidade de demonstrar, que Deus não desampara, os seus filhos, que nele confiam, apesar das tribulações que o diabo lhes prepara.
Também os discípulos de Jesus Cristo deviam confiar que o Espírito de Deus, enviado por Jesus Cristo, usaria a boca deles, com sabedoria, para que ninguém lhes pudesse resistir, deitando por terra, a sua argumentação, mesmo que os matassem, não poderiam vencer o espírito deles.
Cl 1:9,10; Tg 1:5: Nós também podemos pedir a Deus, para que o espírito de cada um de nós, seja cheio de sabedoria e inteligência, para termos conhecimento da Sua vontade.
Tg 3:13-17; A sabedoria que Deus nos dá, conduz-nos a tratarmos bem as outras pessoas, com boas obras e com mansidão, pureza, com paz, com moderação, com gentileza, com misericórdia, com unanimidade e com sinceridade.
Mc 16:15, Cl 1:28; 3:10-17; 4:5, Falando do evangelho, a tempo e fora de tempo, falando palavras agradáveis e prudentes, no alvo de podermos introduzir o assunto que Jesus Cristo nos mandou pregar.
Rm 11:33-36; É importante que compreendamos a intenção de Deus, que é rico e sábio.
Ef 3:10; Ele quer revelar através da Sua igreja, a Sua multiforme sabedoria, às potestades e principados nos céus, isto é: os que não se revoltaram contra Deus, mas que lhe obedecem em tudo.
Mt 13:54; Mc 6:2; Lc 2:40,52; Por isso o Espírito do menino Jesus crescia e se fortalecia, em sabedoria, e em estatura, e a graça de Deus, estava sobre Ele. Assim Ele viria a morrer e a ressuscitar para nos salvar.
Mt 11:19,25-27; Lc 7:35; 1 Co 1:24-31; Cl 2:2,3; Jesus Cristo revela a glória, a sabedoria e a existência de Deus pai, aos que O recebem como seu Rei, Senhor e Salvador.
Ap 5:9-14; Digno é o cordeiro que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e acções de graças. Amém.

Aleluia eu Conheço Jesus

fé é o oposto do medo, temos fé no Deus que conhecemos e temos medo do que não conhecemos. Estudemos as palavras e actos do Senhor Jesus ...