terça-feira, setembro 08, 2009

Não vos Vingueis a vós mesmos a vingança Pertence a Deus.


Não Resistais ao Mal


1; Num 12:10 - E a nuvem se retirou de sobre a tenda; e eis que Miriam ficou leprosa como a neve; e olhou Arão para Miriam, e eis que estava leprosa.
2;Sal 54:5 - Ele pagará o mal àqueles que me andam espiando. Destrói-os na tua verdade.
3; Sal 143:12 - E por tua misericórdia desarraiga os meus inimigos, e destrói a todos os que angustiam a minha alma; pois sou teu servo.
4; Sal 6:4 - Volta-te, Senhor, livra a minha alma; salva-me por tua benignidade.
5; Sal 7:1 - SENHOR meu Deus, em ti confio; salva-me de todos os que me perseguem, e livra-me;
6; Sal 17:13 - Levanta-te, Senhor, detém-no, derriba-o, livra a minha alma do ímpio, pela tua espada;
7; Sal 18:48 - O que me livra de meus inimigos; sim, tu me exaltas sobre os que se levantam contra mim, tu me livras do homem violento.
8; Sal 138:7 - Andando eu no meio da angústia, tu me revivificarás; estenderás a tua mão contra a ira dos meus inimigos, e a tua dextra me salvará.
9; Sal 139:20 - Pois falam malvadamente contra ti; e os teus inimigos tomam o teu nome em vão.
10; Sal 139:21 - Não aborreço eu, ó Senhor, aqueles que te aborrecem, e não me aflijo por causa dos que se levantam contra ti?
11; Luc 23:34 - E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. E, repartindo os seus vestidos, lançaram sortes.
12; Ato 7:60 - E, pondo-se de joelhos, clamou com grande voz: Senhor, não lhes imputes este pecado. E, tendo dito isto, adormeceu.
13; Efe 6:12 - Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.
14; Rom 12:19 - Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor.
15; Heb 10:30 - Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo.
16; Gal 6:7 - Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.
17; 1Jo 3:12 - Não como Caim, que era do maligno, e matou a seu irmão. E por que causa o matou? Porque as suas obras eram más e as de seu irmão justas.
18; Mat 7:1 - NÃO julgueis, para que não sejais julgados.
19; Luc 6:37 - Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão.
20; Joa 7:24 - Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.
21; 1Co 4:5 - Portanto, nada julgueis antes de tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas, e manifestará os desígnios dos corações; e então cada um receberá de Deus o louvor.
22; Ato 25:16 - Aos quais respondi não ser costume dos romanos entregar algum homem à morte, sem que o acusado tenha presentes os seus acusadores, e possa defender-se da acusação.
23; Ato 26:2 - Tenho-me por venturoso, ó rei Agripa, de que perante ti me haja hoje de defender de todas as coisas de que sou acusado pelos judeus;
24; Mat 5:39 - Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra;
25; Mat 5:44 - Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem;
26; Rom 12:14 - Abençoai aos que vos perseguem, abençoai, e não amaldiçoeis.
27; Mat 6:14 - Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós;
28; 2Co 2:10 - E a quem perdoardes alguma coisa, também eu; porque, o que eu também perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo; para que não sejamos vencidos por Satanás;

lllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll
1; Hb 12:23; Moisés não se vingou, mas clamou a Deus para que Ele curasse, sua irmã Miriam, mas apesar disso ela ficou leprosa durante sete dias, portanto, apesar de eu dizer: Pai celestial eu não faço vingança a esta pessoa que me ofendeu, ela vai ceifar o que semeou, mesmo que eu não não peça que Deus faça justiça.
Se um pai, o José, tiver dois filhos de sete e dez anos de idade, o João e o Manuel, respectivamente, e o João ficar a chorar porque o Manuel lhe bateu, o pai deve aproximar-se dos dois e castigar o culpado, se o Manuel não pedir perdão, se pedir, e o João declarar que perdoa, então o pai não o castigará, mas a sua consciência do Manuel, o acusará de ter sido mau para o seu irmão, então o pai fez a sua obrigação de juiz.
2; Deus salvou a David daqueles que se levantaram contra ele, porque Deus é o nosso ajudador, e paga o mal que nos querem fazer, ele destrói os nossos inimigos com a Sua verdade, nos livra de toda a angústia, e cumpre o nosso desejo acerca dos nossos inimigos, nós desejamos que se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.
3; Deus pode ouvir a nossa oração, porque confiamos na Sua graça, pode fazer-nos conhecer o caminho que devemos seguir em cada dia, o seu Espírito pode guiar-nos, pode livrar-nos da angústia.
Deus pode arrancar os nossos inimigos, e destruí-los, para podermos servir a Deus.
4; Deus pode curar os nossos ossos, e livrar a nossa alma, porque se o nosso corpo morrer já não louvará o seu Criador.
5; Posso pedir a Deus que me livre de todos os que me perseguem.
Posso pedir a Deus que me julgue, e me perdoe pela Sua graça, e posso pedir o mesmo pelos meus inimigos, porque se fosse eu a fazer vingança, ela não seria perfeita, mas a de Deus é perfeita.
Posso pedir a Deus que o justo vença o injusto, para que tenha fim a malícia dos ímpios, porque a sua violência cairá sobre a sua cabeça.
6; Se eu pedir a Deus que me julgue, e que dirija os meus passos, de acordo com a Sua palavra, posso crer que Deus me livra, como à menina do Seu olho, dos ímpios que me oprimem, dos que me espiam; e posso pedir a Deus que os impeça usando a Sua espada.
7; Porque Ele me livra dos meus inimigos, e me levanta sobre os que se levantam contra mim.
8; Deus pode sondar o meu coração, e pode conhecer os meus pensamentos, e guiar-me pelo caminho, a verdade e a vida, que é o Seu Filho Jesus Cristo.
9; Na 1:2; Mt 5:44; Jesus Cristo diz que eu devo amar os meus inimigos, mas não diz para amar os inimigos de Deus.
10; Ele pede ao Pai Celestial que perdoe aqueles que o crucificaram, porque não sabiam que Ele era e é o Filho Unigénito de Deus. Ele estava lutando contra os principados, as potestades, os príncipes das trevas deste século, as hostes espirituais da maldade nos lugares celestiais, mas não estava lutando contra as pessoas que o crucificaram.
1 Jo 5:14; Gl 6:7; S. Paulo, quando diz que é Deus que faz vingança, não ensina a pedir a Deus, que perdoe aqueles que nos crucificam com as suas maldades, mas diz que Deus vai fazer vingança, assim posso pôr a minha fé, ou posso confiar que se fará justiça.
Quando eu peço a Deus que faça justiça àqueles a quem não fiz vingança, não estou a amaldiçoá-los, estou a pedir de acordo com a vontade de Deus.
Se pedirmos alguma coisa de acordo com a vontade de Deus, Ele nos ouve.
A Sua vontade é que cada pessoa ceife o que semeou.
Isto é como a pessoa que é assaltada e roubada, e que não se vinga do ladrão, mas entrega o caso às autoridades, confiando que elas castigarão o ladrão, mas se pedir às autoridades que não o castiguem, cada vez haverá mais ladrões porque têm a vida facilitada; então não era preciso que houvesse autoridades, nem que Deus fizesse vingança.
11; 2 Cr 24:17-22; Mt 18:15-22; At 7:60; 2 Co 5:19; O Zacarias, filho do sacerdote Joiada ao morrer apedrejado, apesar de estar revestido com o Espírito de Deus, como o Estêvão disse: O Senhor o verá e o requererá.
O Senhor Jesus Cristo ensinou que não devemos lutar contra o irmão que peca contra nós, mas devemos corrigi-lo a sós, mas se ele achar que tem razão, devemos levar uma ou duas pessoas, e se ele continuar a achar que tem razão, devemos comunicar à igreja, e se ele continuar a achar que tem razão devemos considerá-lo separado da igreja.
Jesus Cristo não ensinou a dizer: Senhor não lhes imputes este pecado.
Se alguém quizer fazer essa oração, para imitar o Senhor Jesus Cristo, isso deve ser feito, no intuito de reconciliar com Deus, o grupo que é contra Ele.
12; 1 Co 12:23; O alvo do Estêvão era honrar aquele povo que o apedrejava, semeando na hora da sua morte, uma bênção para si mesmo, mas ninguém é obrigado a dizer isso.
13; Gn 32:35; Jacob devido a ter lutado com um varão, até ficou com um osso fora do lugar, de maneira que manquejava da sua coxa.
14; Para que tenhamos paz com as pessoas, não devemos pagar o mal com o mal, isso seria fazer vingança, o que geraria mais vingança, mas devemos orar a Deus, para que nos ajude a perdoar, e para que seja Deus a fazer vingança, a nós mesmos e à outra pessoa que nos ofendeu.
Mas se essa pessoa que nos fez mal tiver fome, ou sede, devemos ajudá-la... assim vencemos o mal com o bem, vencemos porque entregámos nas mãos do Pai Celestial, a vingança.
15; Mt 7:5; Lc 6:42; Essa é a melhor maneira de resolver o problema da falta de santidade para julgar.
Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.
16; Pv 30:32,33; 2 Co 5:10; Tg 3:1-18; Se o espremer do leite produz manteiga, e o espremer do nariz produz sangue, porquê insistir em semear o mal, pensando que Deus fica contente com isso, e que o irmão vai perdoar, e vai dizer Pai perdoa-lhe, porque ele não sabe o que faz? Você sabe o que faz, mas pensa que vai escapar, porque é que não pede a Deus que refreie a sua língua? Em vez de servir o diabo com as suas palavras e obras, porque é que não serve a Deus?
17; Amar é fazer boas obras, e falar boas palavras aos nossos irmãos, amar é praticar a justiça de acordo com a palavra de Jesus Cristo.
18; Pv 17:28; Sf 1:7; Zc 2:13; Mc 4:39; Se você semeia julgamento em vez de amor, vai ceifar julgamento, antes de tirar o argueiro do seu próprio olho, e não haverá paz, porque é que não se cala, deixando de semear palavras negativas, que não estão de acordo com a palavra de Jesus Cristo? Porque é que não obedece a Deus que tudo vê e ouve?
19; Porque é que não solta as pessoas? Elas são propriedade de Deus, não são suas.
20; Deus vê o coração das pessoas, mas você só vê a aparência, como pode julgar com verdade e justiça perfeita, você exige que o outro seja perfeito, mas você não é, então julgue-se a si mesmo, e peça-lhe perdão dos seus próprios pecados.
21; Procure alguma coisa boa na vida dessa pessoa e louve-a, porque ela tem necessidade de realização pessoal, mostrando a si mesma que é capaz de fazer aquilo a que se propõe.
Tem necessidade de estimação, de relacionamentos, de segurança, de comer, beber, evacuar, etc..
22; Os romanos há mais de dois mil anos, já falavam na necessidade de o acusado dever ser julgado com a presença dos seus acusadores, para poder defender-se da acusação, de que era alvo.
23; A defesa consistia no facto de o acusado contar a verdade dos factos, que era diferente da história que o acusadores contavam.
24; Porque eles não amavam os seus inimigos, que neste caso era o S. Paulo, um cristão perseguido.
25; Que procurava abençoar os que com ele lutavam, e falavam, de maneira a que não sentissem que ele os estava a amaldiçoar.
26; Mc 4:26; Quando perdoamos as pessoas estamos a fazer que Deus nos perdoe, quando as abençoamos, dizendo bem delas, elogiando as partes boas, delas, estamos a fazer que Deus nos elogie, Deus é como a terra, que dá tudo o que lhe dão, mas Deus é perfeito, o que já não podemos dizer da terra.
27; Deus nos recompensará, portanto, não devemos esperar dos homens, que são imperfeitos, que nos tratem com perfeição.
28; Mas na igreja não deve haver demasiada severidade, para com aqueles que tendo pecado, foram postos fora da comunhão da igreja local.
Portanto logo que tivesse terminado o tempo do castigo, e o arrependimento fosse notório na pessoa castigada, devia ser-lhe demonstrado que não havia ressentimentos, nem desconfiança, para que não fossem vencidos por satanás.

Aleluia eu Conheço Jesus

fé é o oposto do medo, temos fé no Deus que conhecemos e temos medo do que não conhecemos. Estudemos as palavras e actos do Senhor Jesus ...