terça-feira, dezembro 08, 2009

S. Maria aquela Santa a quem nós Amamos


S. Maria Mãe de Jesus Cristo o Filho de Deus



Podíamos falar sobre dinheiro, ou sobre saúde, ou sobre fé, ou sobre, Jesus Cristo, ou sobre o céu, ou sobre os direitos da mulher ou sobre a maneira como o Messias tratava as mulheres etc., mas vamos falar de S. Maria.

Mt 1:16; (comentário) Devemos crer que o José era pai legal, de Jesus, o Messias, porque era casado com Maria.
Mt 1:18; (comentário) Devemos crer, que a mãe de Jesus Cristo, ficou grávida, sem ser necessária a semente do José, nem de nenhum outro homem, mas o próprio Espírito de Deus, fez que ela ficasse grávida.
Mt 1:20; (comentário) Devemos crer que o anjo Gabriel, por ordem de Deus, foi muito prudente, para que o José não pensasse que a S. Maria, tivesse adulterado, então o anjo explicou ao José, que o que nela estava gerado era do Espírito Santo de Deus.
Mt 2:11; (comentário) Devemos crer, que, como estava profetizado, assim aconteceu, e S. Maria, no tempo próprio, pariu o seu Filho Jesus, o Messias.
Mt 2:13; (comentário) Devemos crer que Deus mandou um anjo para proteger, não só a S. Maria, mas também o seu Filho, e ao José.
Mt 2:14; (comentário) Devemos crer que o José, acreditava na palavra dada pelo anjo, enviado por Deus, e era obediente, então foram todos para o Egipto, como o anjo tinha ordenado.
Mt 2:20,21; (comentário) Devemos crer que o anjo estava atento à política do Herodes, e quando o Herodes morreu, ordenou ao José que com a sua família, S. Maria e Jesus o Messias, fossem para a terra de Israel, o José era o chefe da família, por isso o anjo se dirigia a ele, com a sua mensagem.
Mt 12:46-50; Cl 4:10; (comentário) Devemos crer, que S. Maria fazia a vontade de Deus, assim como os irmãos de Jesus, e todos os seus discípulos, mas não eram perfeitos.
Mt 13:55; Cl 4:10; (comentário) Até agora só tínhamos visto que o avô de Jesus , o Messias, era o Jacob, o seu pai, por afinidade, era o José, mas agora o evangelista, fala nos irmãos de Jesus, o Messias, poderiam ser filhos do José e de uma mulher, com quem ele tivesse sido casado, antes de Maria? Não me parece que isso tenha acontecido, porque em Israel, tanto o José como Maria, eram prometidos em meninos, pelos seus progenitores, para casarem um com o outro quando tivessem atingido a idade determinada.
Joa 2:1-12; (comentário) Devemos crer que S. Maria, estava atenta às faltas das pessoas, e viu que o vinho tinha acabado, nas bodas, em Caná da Galileia, por isso, compartilhou com o seu Filho Jesus, o Messias, porque ela sabia que Ele resolveria o problema, vendo que Jesus, o Messias, seu filho, já tinha pensado na solução para o problema, ela disse aos serventes, que fizessem o que o Messias mandasse, então devemos fazer o que o Senhor Jesus Cristo manda, agora e eternamente.
Jo 19:25; (comentário) Devemos crer que S. Maria amava a Jesus Cristo seu Filho, e com suas amigas, estavam atentas, como mães que estão a ver seus filhos, quase a morrer, num grande sofrimento.
Jo 19:26,27; (comentário) Devemos crer que o cuidado de Jesus Cristo, pela Sua mãe, e pelo seu discípulo, o João, se mantinha, mesmo sofrendo dores horríveis, em todo o Seu corpo, é óbvio que Ele também amava e estava a morrer por todas as pessoas.

Gn 3:16; Jo 4:16; Rom 7:2; 1Co 7:39; Ef 5:23; 1Tm 5:9; (comentário) Meditámos sobre S. Maria, que foi usada por Deus, para trazer ao planeta terra, o Filho Unigénito de Deus, que também é seu filho, vimos que o anjo que era mandado por Deus, dava as suas ordens ao José, e não a Maria, porque o José era o chefe da S. Maria, como Jesus Cristo é o Chefe da igreja de Deus.

Uma Murmuração

Anciãos ou Presbíteros Eram os mesmos que os Bispos (Comentários estão entre parêntesis e tiveram a ajuda da Sociedade Religiosa Edições V...