quarta-feira, março 11, 2009

Abraão


Foi-lhe Imputada a Fé como Justiça

Jo 15:6; Abrão ouviu a promessa de Deus e creu na Sua palavra, e Deus considerou-o como um homem justo.
Sl 26:1; Mt 14:31; 1 Jo 1:8-10; 2:1,2; Ter fé em Deus é confiar Nele, com sinceridade e amor, se eu não conseguir, obter o que Lhe pedi, devo pedir-lhe perdão, porque duvidei, e essa foi a razão porque não recebi.
Is 42:17; Ao duvidar de palavra de Deus estou a confiar noutros pensamentos, e palavras, e sintomas de enfermidade, e pobreza etc..
Jr 17:5-9; Assim serei amaldiçoado, porque confio em mim mesmo, e nas outras pessoas, mais do que em Deus, que é como a luz, e como a água pura.
Sl 18:1,2; Se duvidar de Deus, não estou a amá-Lo, e não estou a acreditar que Ele é a minha fortaleza, o meu rochedo, o meu lugar forte, o meu libertador, o meu Deus, o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio.
At 16:24-40; Rm 4:19-22; Paulo e Silas foram fortificados na fé dando glória a Deus, como o Abraão, eles oravam e cantavam hinos a Deus...
Mt 25:41; Tg 2:19; Os demónios creêm que Deus existe, mas gostavam que Ele não existisse, para pudessem enganar as pessoas à sua vontade.
Alguém pode dizer que tem fé, mas mesmo assim estar condenado ao fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos, porque não ajudou a igreja de Jesus Cristo, quando ela teve fome, sede, esteve nua, enferma, e presa.
Se uma pessoa diz que tem fé, mas não é santa, não tem saúde, não é próspera, etc. então ela pode ter pouca fé, ainda tem dúvida, ela duvida da palavra de Deus, como o Pedro que quase se afogava, depois de ter andado sobre a águas.
Gn 22:1-19; O facto de Abraão ter oferecido o seu filho Isaque sobre o altar, mostra que ele tinha fé, de que o Messias havia de vir, por isso Deus o justificou.
A sua fé ajudou-o a entregar, o seu filho Isaque, depois ao ouvir o anjo de Deus, e ao ver um carneiro por trás dele, que tomou o lugar do seu filho Isaque, a fé de Abraão ficou perfeita, e ele viu que não estava enganado, e não tinha errado ao confiar no seu Criador.
2 Cr 20:7; Is 41:8; Jo 14:21; 15:14; tg 2:23; Abraão é amigo de Deus para sempre, porque faz sempre o que agrada ao seu Criador.
Tg 2:24; As obras a que S. Tiago se refere, são uma consequência da fé viva e santa, de uma pessoa que já foi salva e justificada, em Jesus Cristo, ele não se refere às obras como cumprimento da lei de Moisés.
Gl 3:10-14; Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição...porque não conseguem cumprir a lei de forma perfeita....
S. Paulo fala da fé necessária para a salvação e justificação, mas S. Tiago fala da fé das pessoas que já estão salvas, e que devem fazer boas obras....
Estas pessoas são confirmadas, pelas suas obras, perante aquelas pessoas que convivem com elas, de que têm uma fé viva, elas vivem na lei da fé, e do amor, na lei de Jesus Cristo.
Hb 11:1; Rm 10:17-21; Ef 1:3; 1 Jo 5:14,15; A lei da fé, é baseada nas promessas de Deus, reveladas aos Seus profetas. Se existe a promessa de Deus, ela é a prova de que também existem as bênçãos espirituais, que estão nos lugares celestiais, em Cristo.
A fé é obtida quando tomamos conhecimento das promessas, se não formos rebeldes e contradizentes, perante Deus e a Sua palavra.
O nosso espírito deve estar ligado ao Espírito de Jesus Cristo, e assim, se pedirmos alguma coisa segundo a Sua vontade, Ele nos ouve... então sabemos, pela lei da fé, que recebemos o que Lhe pedimos.

Uma Murmuração

Anciãos ou Presbíteros Eram os mesmos que os Bispos (Comentários estão entre parêntesis e tiveram a ajuda da Sociedade Religiosa Edições V...