sábado, maio 23, 2009

Deus Transformou o Rei Nabucodonosor num Animal


Deus Deu e Dá Entendimento

Gn 1:26-31; 2:7; Na evolução biológica, Deus transformou um animal, num homem, soprando nos suas narinas o folgo da vida, isto é: soprou o seu próprio Espírito, porque Deus queria que o homem fosse semelhante, ao Seu Criador.
Jb 12:7-10; Jb 17:1; Jb 32:8; A intenção do Espírito de Deus parece-me que é: dizer que primeiro Ele fez evoluir um animal, no qual, Deus pôs um espírito, e a Sua inspiração lhe deu entendimento, superior à capacidade de entender dos outros animais.
Jb 34:14,15; Tg 2:26; O corpo sem o espírito, está morto, e seria levado para a terra, assim como acontece com o corpo de um animal qualquer.
JB 38:36; Jb 39:14; Jb 42:6; Estando dentro do corpo, pode-se dizer de modo figurado, que o espírito está no pó, porque quando a bíblia diz que Deus fez o homem do pó da terra quer dizer, que o fez a partir de um animal, que Ele já tinha feito evoluir. Deus é Espírito, não podia pegar no pó da terra, fazer um boneco de barro, e soprar, sendo Espírito não pode soprar o ar material, portanto não posso entender à letra, esta passagem.
Sl 31:1-5; Quando morre o corpo, é porque Deus recolhe para si o Seu Espírito, e o Seu fôlego, e também o espírito humano.
Sl 51:10; 1 Ts 5:23; Quando o Adão desobedeceu a Deus, o Espírito do seu Criador, saíu dele, mas ficou com espírito, alma e corpo.
Sl 78:8; Sl 119:25; O salmista diz que a sua alma está pegada ao pó, podia ter dito: a minha alma está pegada ao corpo, pois esta é a sua intenção, isto confirma que Deus fez o homem, a partir do pó, isto é de um animal já existente, o qual Deus tinha feito chegar a uma evolução necessária, para poder receber o espírito.
Pv 1:23; Quando um descendente do Adão compreende que deve voltar-se para Deus, pede perdão dos seus pecados, e recebe Jesus Cristo como seu Rei, Senhor e Salvador, e nasce de novo, Deus abundantemente derrama sobre ele, o Seu Espírito Santo, e lhe faz saber a Suas palavras.
Ec 12:7; Ez 11:17-19; Ez 18:31; 1 Jo 1:9, O arrependimento e a confissão dos seus pecados, a Deus, é muito importante, porque Deus é fiel e justo para nos perdoar os pecados e para nos limpar de toda a injustiça.
Ez 36:26; Zc 12:1; Hb 9:13,14; Porque o sangue de Cristo, que pelo poder do Espírito eterno, se ofereceu a Si Mesmo, imaculado, a Deus, purifica as nossas consciências, das obras mortas, que produzem morte, para servirmos ao Deus vivo.

Aleluia eu Conheço Jesus

fé é o oposto do medo, temos fé no Deus que conhecemos e temos medo do que não conhecemos. Estudemos as palavras e actos do Senhor Jesus ...