quarta-feira, agosto 26, 2009

A Benignidade de Deus te Leva ao Arrependimento




Bondade

Sl 23:5; Mt 5:13; Mc 9:50; Lc 14:34; Jo 7:37-39; Rm 2:4; 11:22; 15:13,14;
1 Co 15:42-52; Gl 5:22; Ef 5:8-10; Fp 3:21;

1
É bom, não devo desprezar a benignidade de Deus, nem a Sua paciência,
Nem a Sua longanimidade, eu me arrependi devido à Sua boa suficiência.
Serei benigno, confiando em Deus, devo temê-Lo porque Ele faz vingança,
Para com os que Lhe desobedecem Ele é severo, a mim me dá confiança.
2
Deus dá-me capacidade, para esperar Nele, me enche de todo o gozo e paz,
Eu tenho abundância de esperança, e virtude do Seu Espírito, eu sou capaz.
Por isso estou cheio de bondade, e de todo o conhecimento, para fazer bem.
Para responder com mansidão, e aconselhar aqueles que bem me recebem.
3
Devo beber o Espírito de Deus, quando tenho sede, devo recebê-Lo sempre,
Até transbordar de amor gozo, paz, longanimidade, Ele tudo para mim supre.
Em Jesus Cristo, Deus manifestou a Sua benignidade, ressuscitando-nos,
Pondo-nos a reinar juntamente com o Verbo, a nós seres limitados, terrenos.
4
Somos luz espiritual, porque somos filhos da luz, devemos brilhar cada dia,
Somos sal espiritual, devemos impedir a corrupção e o pecado da rebeldia.
Jesus Cristo transformará o nosso corpo, para ser conforme o Seu corpo,
O meu corpo será glorioso, a minha herança é legítima, eu não a usurpo.

Aleluia eu Conheço Jesus

fé é o oposto do medo, temos fé no Deus que conhecemos e temos medo do que não conhecemos. Estudemos as palavras e actos do Senhor Jesus ...