sábado, março 13, 2010

O que Penso que é Realidade é Ilusão


Vaidade Enganosa

A nossa intenção é pensar sobre o que aconteceu, desde a queda do Adão, que em vez de servir o seu Criador, que o amava, começou a acreditar e a servir a serpente, que é o diabo.
O diabo tinha desobedecido a Deus, para o plano do nosso Criador, era um ser sem valor, e foi isso que aconteceu ao Adão e Eva, ele também perdeu o mérito, mas o plano de Deus, não terminava ali, então o Altíssimo salvou o Adão e Eva, apesar de seus corpos ficarem ainda sujeitos, a uma maneira de pensar vã e enganosa.
O diabo também adquiriu algum valor, visto que tinha enganado o ser humano, mas Deus pensou que faria um povo separado para o servir, que são aqueles que, de livre vontade, recebem o Senhor Jesus Cristo, como seu Rei, Senhor e Salvador, mas aqueles que não O receberem, ficarão na família do Adão, na sua maldição, na sua separação, e também ficarão do lado do diabo, que ficou sendo a má opção, isto tudo, para que as pessoas possam escolher, a excelente opção, que é o Senhor Jesus Cristo, e que é a única verdadeira alternativa ao sofrimento eterno.
Fomos criados por Deus e para Deus, e só ligados com Ele, podemos ser felizes eternamente.
Quando Deus tiver formado completamente, o povo Dele, que é constituído de judeus e gentios, o diabo deixa de ser necessário, e será, primeiro, amarrado por mil anos, depois será lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.
Também os malditos que não receberem o Filho Unigénito de Deus, como seu Rei, Senhor e Salvador, e que não quiserem servi-Lo, irão para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos.
Mas eu confio em Deus, e recebi o Messias, como meu Rei, Senhor e Salvador, e quero servi-Lo eternamente, então Ele não me deixará confundido, mas me livrará, da perdição eterna, porque me justificou, através da morte e ressurreição do Seu Filho amado Jesus Cristo.
Então, Deus ouve a minha oração, e me livra rapidamente, Ele guia-me, porque pôs em mim o Seu Espírito, e a Sua palavra.
Deus Pai, Filho e Espírito santo está em mim, porque eu amo o Senhor Jesus Cristo, estudo e defendo a Sua palavra.
Como o nosso Deus converteu a maldição em bênção, no caso dos filhos de Israel, para os livrar, assim Ele me livra de todas as armadilhas que o diabo prepara, e também tranforma a maldição em bênção, na minha vida.
Eu amo os meus inimigos, eu digo que eles estão a converter-se a Deus, eu faço-lhes bem, pedindo a Deus que os salve e os livre dos enganos do diabo, porque Deus me fortalece e faz a vingança, que eu desejaria fazer.
Se eu pecar, fico separado de Deus, porque ele produz em mim, tristeza, e doença, e faz-me perder a força espiritual, e física, então devo confessar o meu pecado a Deus, e devo deixá-lo, porque tenho um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.
Então o Espírito de Deus fica sobre o meu espírito, alma e corpo, iluminando-me, e salvando-me dos meus inimigos.
Deus vai mostrar, aos que O temem, e que Nele confiam, que Ele me ama.
O nosso Criador, livra a Sua igreja das intrigas, e contendas dos homens.
Podemos pensar que ainda não somos perfeitos, mas Deus ouve as nossas orações, e nos perdoa.
Eu amo o meu Pai Celestial, Ele é o Sol da justiça, Nele vivo, me movo e existo, o meu espírito é Seu filho, e quer servi-Lo eternamente.
Nós, a igreja de Deus, somos mais que vencedores, por Jesus Cristo, que nos amou, porque nós esperamos Nele, portanto Ele ensinará e fortalecerá a Sua igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;
Se, no meio da tribulação, orarmos e cantarmos hinos a Deus, Ele mandará os Seus anjos, e nos livrará de todo o mal.

At 16:26, E de repente sobreveio um tão grande terremoto, que os alicerces do cárcere se moveram, e logo se abriram todas as portas, e foram soltas as prisões de todos.
Mt 16:18; Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;
1Jo 2:1; MEUS filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.
Ns 13:2; Porquanto não tinham saído ao encontro dos filhos de Israel com pão e água; antes assalariaram contra eles a Balaão para os amaldiçoar; ainda que o nosso Deus converteu a maldição em bênção.

Mq 6:5; Povo meu, ora lembra-te da consulta Balaque, rei de Moab, e do que lhe respondeu Balaão, filho de Beor, e do que aconteceu desde Sitim até Gilgal, para que conheças as justiças do Senhor.
Jo 14:23; Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.
Ap 20:2; Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos.
Ap 20:10; E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.
Mt 25:41; Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e os seus anjos;
Gn 3:14; Então o Senhor Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a besta, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida.
Rm 8:20; Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou,
Rm 8:22; Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.
Salmo 31:1; EM ti, Senhor, confio; nunca me deixes confundido. Livra-me pela tua justiça.
2; Inclina para mim os teus ouvidos, livra-me depressa; sê a minha firme rocha, uma casa fortíssima que me salve.
3; Porque tu és a minha rocha e a minha fortaleza; pelo que, por amor do teu nome, guia-me e encaminha-me.
4; Tira-me da rede que para mim esconderam, pois tu és a minha força.
5; Nas tuas mãos encomendo o meu espírito; tu me redimiste, Senhor Deus da verdade.
6; Aborreço aqueles que se entregam a vaidades enganosas; eu, porém, confio no Senhor.
7; Eu me alegrarei e regozijarei na tua benignidade, pois consideraste a minha aflição; conheceste a minha alma nas angústias.
8; E não me entregaste nas mãos do inimigo; puseste os meus pés num lugar espaçoso.
9; Tem misericórdia de mim, ó Senhor, porque estou angustiado. Consumidos estão de tristeza os meus olhos, a minha alma e o meu corpo.
10; Porque a minha vida está gasta de tristeza, e os meus anos de suspiros; a minha força descai por causa da minha iniquidade, e os meus ossos se consomem.
11; Por causa de todos os meus inimigos fui o opróbrio dos meus inimigos, até entre os meus vizinhos, e um horror para os meus conhecidos; os que me viam na rua fugiam de mim.
12; Estou esquecido no coração deles, como um morto; sou como um vaso quebrado.
13; Pois ouvi a murmuração de muitos, temor havia ao redor; enquanto juntamente conluiavam contra mim, intentam tirar-me a vida.
14; Mas eu confiei em ti, Senhor; e disse: Tu és o meu Deus.
15; Os meus tempos estão nas tuas mãos; livra-me das mãos dos meus inimigos e dos que me perseguem.
16; Faze resplandecer o teu rosto sobre o teu servo; salva-me por tuas misericórdias.
17; Não me deixes confundido, Senhor, porque te tenho invocado. Deixa confundidos os ímpios, emudeçam na sepultura.
18; Emudeçam os lábios mentirosos que dizem coisas más, com arrogância e desprezo contra o justo.
19; Oh! quão grande é a tua bondade, que guardaste para os que te temem, e que Tu mostraste àqueles que em ti confiam na presença dos filhos dos homens!
20; Tu os esconderás, no secreto da tua presença, das intrigas dos homens; ocultá-los-ás em um pavilhão, da contenda das línguas.
21; Bendito seja o Senhor, pois fez maravilhosa a sua misericórdia para comigo em cidade segura.
22; Pois eu dizia na minha pressa: Estou cortado de diante dos teus olhos; não obstante, tu ouviste a voz das minhas súplicas, quando eu a ti clamei.
23; Amai ao Senhor, vós todos que sois seus santos; porque o Senhor guarda os fiéis e retribui com abundância aos soberbos.
24; Esforçai-vos, e ele fortalecerá o vosso coração, vós todos que esperais no Senhor.

Meditámos sobre o facto de devermos receber o Senhor Jesus Cristo, como nosso Rei, Senhor e Salvador, e vivermos confiando na Sua palavra, nunca acreditando em nada, que não concorde com ela.
O resto é ilusão, agora pode parecer verdade, mas irá mudar para nos levar à solidão, à morte, e às trevas, e ao sofrimento eterno.
Então, com amor e gratidão, diga comigo o seguinte:
Senhor Jesus Cristo, eu te recebo, como meu Rei, Senhor e Salvador, perdoa os meus pecados e faz de mim um filho de Deus, porque tu sofreste o meu castigo, para me dares as Tuas bênçãos, agora creio que sou uma vara na Videira espiritual, e verdadeira, que és Tu Mesmo, e creio que estou unido em Deus, Pai, Filho e Espírito Santo. Ámen.
















Receberemos um Novo Corpo

(Gn 1:1-4; Rm 5:5; 8:11,14,26; 15:19; 1 Co 15:50-58; Sl 119:25,107,149,154,156; 143:11; 2 Co 3:6; Jo 14:17,26; 15:26; 16:13;20:22; Is 53:4,...