terça-feira, março 10, 2015

As Águas se Tornaram doces


Ex 15.23 Então, chegaram a Mara; mas não puderam beber as águas de Mara, porque eram amargas; por isso, chamou-se o seu nome Mara. 15.24 E o povo murmurou contra Moisés, dizendo: Que havemos de beber? 15.25 E ele clamou ao SENHOR, e o SENHOR mostrou-lhe um lenho que lançou nas águas, e as águas se tornaram doces; ali lhes deu estatutos e uma ordenação e ali os provou. 15.26 E disse: Se ouvires atento a voz do SENHOR, teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porque eu sou o SENHOR, que te sara. 23.25 E servireis ao SENHOR, vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e eu tirarei do meio de ti as enfermidades. Dt 7.15 E o SENHOR de ti desviará toda enfermidade; sobre ti não porá nenhuma das más doenças dos egípcios, que bem sabes; antes, as porá sobre todos os que te aborrecem. Sl 41.1 Bem-aventurado é aquele que atende ao pobre; o SENHOR o livrará no dia do mal. 41.2 O SENHOR o livrará e o conservará em vida; será abençoado na terra, e tu não o entregarás à vontade de seus inimigos. 41.3 O SENHOR o sustentará no leito da enfermidade; tu renovas a sua cama na doença. 41.4 Eu dizia: SENHOR, tem piedade de mim; sara a minha alma, porque pequei contra ti. 103.1 Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome. 103.2 Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios. 103.3 É ele que perdoa todas as tuas iniquidades e sara todas as tuas enfermidades; 147.1 Louvai ao SENHOR, porque é bom cantar louvores ao nosso Deus; isto é agradável; decoroso é o louvor. 147.2 O SENHOR edifica Jerusalém; congrega os dispersos de Israel; 147.3 sara os quebrantados de coração e liga-lhes as feridas; 147.4 conta o número das estrelas, chamando-as a todas pelos seus nomes. 147.5 Grande é o nosso SENHOR e de grande poder; o seu entendimento é infinito. 147.6 O SENHOR eleva os humildes e abate os ímpios até à terra. 147.7 Cantai ao SENHOR em ação de graças; cantai louvores ao nosso Deus sobre a harpa. Is 53.5 Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados. 53.12 Pelo que lhe darei a parte de muitos, e, com os poderosos, repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos e pelos transgressores intercedeu. Jr 17.13 Ó SENHOR, Esperança de Israel! Todos aqueles que te deixam serão envergonhados; os que se apartam de mim serão escritos sobre a terra; porque abandonam o SENHOR, a fonte das águas vivas. 17.14 Sara-me, SENHOR, e sararei; salva-me, e serei salvo; porque tu és o meu louvor. 30.17 Porque restaurarei a tua saúde e sararei as tuas chagas, diz o SENHOR; pois te chamam a enjeitada, dizendo: É Sião, por quem ninguém pergunta. Os 6.1 Vinde, e tornemos para o SENHOR, porque ele despedaçou e nos sarará, fez a ferida e a ligará. 8.1 E, descendo ele do monte, seguiu-o uma grande multidão. 8.2 E eis que veio um leproso e o adorou, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo. 8.3 E Jesus, estendendo a mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. E logo ficou purificado da lepra. 8.4 Disse-lhe, então, Jesus: Olha, não o digas a alguém, mas vai, mostra-te ao sacerdote e apresenta a oferta que Moisés determinou, para lhes servir de testemunho. 8.5 E, entrando Jesus em Cafarnaum, chegou junto dele um centurião, rogando-lhe 8.6 e dizendo: Senhor, o meu criado jaz em casa paralítico e violentamente atormentado. 8.7 E Jesus lhe disse: Eu irei e lhe darei saúde. 8.8 E o centurião, respondendo, disse: Senhor, não sou digno de que entres debaixo do meu telhado, mas dize somente uma palavra, e o meu criado sarará, 8.9 pois também eu sou homem sob autoridade e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem; e ao meu criado: faze isto, e ele o faz. 8.10 E maravilhou-se Jesus, ouvindo isso, e disse aos que o seguiam: Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé. 8.11 Mas eu vos digo que muitos virão do Oriente e do Ocidente e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no Reino dos céus; 8.12 E os filhos do Reino serão lançados nas trevas exteriores; ali, haverá pranto e ranger de dentes. 8.13 Então, disse Jesus ao centurião: Vai, e como creste te seja feito. E, naquela mesma hora, o seu criado sarou. 8.14 E Jesus, entrando na casa de Pedro, viu a sogra deste jazendo com febre. 8.15 E tocou-lhe na mão, e a febre a deixou; e levantou-se e serviu-os. 8.16 E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele, com a sua palavra, expulsou deles os espíritos e curou todos os que estavam enfermos, 8.17 para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças. Mc 16.15 E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. 16.16 Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. 16.17 E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome, expulsarão demônios; falarão novas línguas; 16.18 pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão. 16.19 Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu e assentou-se à direita de Deus. 16.20 E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram. Amém! At 3.1 Pedro e João subiam juntos ao templo à hora da oração, a nona. 3.2 E era trazido um varão que desde o ventre de sua mãe era coxo, o qual todos os dias punham à porta do templo chamada Formosa, para pedir esmola aos que entravam. 3.3 Ele, vendo a Pedro e a João, que iam entrando no templo, pediu que lhe dessem uma esmola. 3.4 E Pedro, com João, fitando os olhos nele, disse: Olha para nós. 3.5 E olhou para eles, esperando receber alguma coisa. 3.6 E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda. 3.7 E, tomando-o pela mão direita, o levantou, e logo os seus pés e tornozelos se firmaram. 3.8 E, saltando ele, pôs-se em pé, e andou, e entrou com eles no templo, andando, e saltando, e louvando a Deus. 3.9 E todo o povo o viu andar e louvar a Deus; 3.10 e conheciam-no, pois era ele o que se assentava a pedir esmola à Porta Formosa do templo; e ficaram cheios de pasmo e assombro pelo que lhe acontecera. Tg 5.13 Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores. 5.14 Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; 5.15 e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. 5.16 Confessai as vossas culpas uns aos outros e orai uns pelos outros, para que sareis; a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos. 5.17 Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse, e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. 5.18 E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto. 5.19 Irmãos, se algum de entre vós se tem desviado da verdade, e alguém o converter, 5.20 saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador salvará da morte uma alma e cobrirá uma multidão de pecados.

Sem comentários:

Aleluia eu Conheço Jesus

fé é o oposto do medo, temos fé no Deus que conhecemos e temos medo do que não conhecemos. Estudemos as palavras e actos do Senhor Jesus ...