sexta-feira, junho 13, 2014

Túnicas de Peles de Animais Inocentes Como o Cristo de Deus


Criar (Gn 1:1; 3:8-12,21; Sl 95:1-11; 104;1,24,31,33) 1 No princípio, com amor, paz e santidade, criou Deus os céus e a terra, Mas os homens e mulheres, não se entenderam, escolheram a guerra. O homem ouvia o que lhe dizia, mas não O via, ele pôs-se contra Deus, Os humanos, foram rejeitados, sentiram que já não estavam nos céus. 2 Deus deu-lhes túnicas de peles de animais inocentes, assim os vestiu, O cordeiro de Deus, deu sua vida para voltar a tomá-la, Deus permitiu. Prometeu voltar à terra para levar Sua igreja, quando estiver completa, Deus quer que todos se salvem e conheçam a verdade, neste planeta. 3 Cantemos ao Senhor: cantemos com júbilo à rocha da nossa salvação, Ante a sua face o exaltamos com salmos, deixemos a nossa corrupção. O Senhor é Deus grande, santo e poderoso acima de todos os deuses, Subjuga as profundezas da terra e os montes, em todos os seus países. 4 De Deus é o mar, pois Ele o fez, e as suas mãos formaram a terra seca, Humilhemo-nos, diante do Deus que nos criou, não falhou, e nunca peca. Bendiz agora minha alma ao Senhor: Deus meu, tu és magnificentíssimo, Estás vestido de glória e de majestade, és onipotente, e inteligentíssimo. 5 Quão variadas são tuas obras! todas as coisas fizeste com sabedoria, O meu Salvador Jesus Cristo, disse que o Teu Espírito me abençoaria. A glória do Senhor seja para sempre! alegre-se o Pai nas suas obras! Louvarei ao Senhor enquanto eu existir, serei prudente como as cobras.

Sem comentários:

Receberemos um Novo Corpo

(Gn 1:1-4; Rm 5:5; 8:11,14,26; 15:19; 1 Co 15:50-58; Sl 119:25,107,149,154,156; 143:11; 2 Co 3:6; Jo 14:17,26; 15:26; 16:13;20:22; Is 53:4,...