domingo, março 14, 2010

Não Devo Rejeitar mas Devo Amar o meu Semelhante


Sentimento de Rejeição

A nossa intenção, é que compreendamos, que devemos julgar primeiro a nós mesmos.
Eu recebi o Senhor Jesus Cristo, como meu Rei, Senhor e Salvador, ouvi a Sua palavra, e o Seu Espírito me fez nascer de novo.
Se todas as pessoas julgarem os outros e não souberem o que é justo, para si mesmas, só estarão a produzir um ambiente de guerra, e ódio. Exemplo:
Eu devo dizer a mim mesmo, que não é justo, que em vez de arrumar algo, que está fora do lugar, na minha casa, começar a gritar com a minha esposa, porque estou a transgredir a lei, que diz que devo amá-la como Cristo amou a igreja, e devo amar o meu próximo, como a mim mesmo.
Mas ainda é dito na palavra de Deus, que eu não devo condenar o meu irmão na fé, em Cristo.
Em lugar de estar a perguntar se é justo o que o irmão está a fazer, devo pedir a Deus que me perdoe o facto de estar a condená-lo, e devo buscar na palavra de Deus o que ela diz sobre o assunto, assim Deus abrirá o meu entendimento para julgar de acordo com o que Jesus Cristo ensinou e ensina.
Porque é que eu, atento no argueiro que está no olho do meu irmão, e não reparo na trave que está no meu próprio olho? Porque sinto medo de ser castigado, e desejo e digo, como o Adão, que não sou culpado, e que Deus deve castigar outra pessoa, na qual eu vejo a minha própria culpa.
Mas se a nossa forma de pensar e agir, for guiada pela palavra de Deus, isso agrada a Deus, porque estou a jugar segundo a recta justiça.
Devo julgar segundo a recta justiça, isto é, devo orar pela pessoa que eu acho que pecou, mas com a intenção de a salvar dessa forma de pensar, e agir, que não está de acordo com a Palavra da Deus, interpretada de acordo com a doutrina de Jesus Cristo.
Eu tenho tendência em achar que o outro está a pecar, se ele estiver a fazer uma coisa que eu já fiz, e que não estava de acordo com a palavra de Deus.
Mas cada filho de Deus, adulto e consciente do que a palavra de Deus diz, deve ser deixado ao cuidado de Deus, porque é Ele que faz vingança.
Se eu não me sentir culpado, de estar a transgredir a palavra de Deus, devo deixar o meu julgamento com o meu Pai Celestial.
Haverá um dia de julgamento, em que aquele que não for achado escrito no livro da vida, será lançado no lago de fogo.
A igreja reunida deve julgar, assuntos que o crente particular não conseguiu resolver, e que está a dar um mau exemplo a outros crentes, como aquele que abusava da mulher do seu pai.
Realmente devemos deixar para Deus a condenação, e devemos perdoar os pequenos prejuízos, mas antigamente apedrejavam, até à morte, como aconteceu com o nosso irmão Estêvão.
É mau por exemplo, dizer o seguinte:
Ele merecia a morte, ou pior ainda, ele merecia ficar sem dinheiro e sem saúde, ele merecia isto e aquilo e aqueloutro.
Quando eu pedir alguma coisa a alguém, e ele não o fizer, porque não tem vontade, ou não tem oportunidade, devo acreditar que o fará mais tarde.
Eu nunca devo dizer mal de ninguém, mesmo que uma pessoa me diga mal de um irmão, eu só devo ouvir esse depoimento na intenção de orar a Deus, pelo alegado transgressor, e não devo propagar esse testemunho, mesmo que ele seja verdadeiro.
Mas se o ofendido, quiser levar o assunto à igreja, poderemos fazer isso, porque a palavra de Deus, o aconselha.

Tg 2:3; E atentardes para o que traz o vestido precioso, e lhe disserdes: Assenta-te tu aqui num lugar de honra, e disserdes ao pobre: Tu, fica aí em pé, ou assenta-te abaixo do meu estrado,
Mateus 7:1; NÃO julgueis, para que não sejais julgados.
2; Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
3; E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
4; Ou como dirás ao teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
5; Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.
6; Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem.
7; Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.
Mt 18:17; E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano.
Mt 22:16; E enviaram-lhe os seus discípulos, com os herodianos, dizendo: Mestre, bem sabemos que és verdadeiro, e ensinas o caminho de Deus segundo a verdade, e de ninguém se te dá, porque não olhas a aparência dos homens.
Lc 6:41; E por que atentas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho?
Lc 12:57; E por que não julgais também por vós mesmos o que é justo?
Jo 7:24; Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.
Jo 8:10; E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?
Jo 8:14; Respondeu Jesus, e disse-lhes: Ainda que eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho é verdadeiro, porque sei de onde vim, e para onde vou; mas vós não sabeis de onde venho, nem para onde vou.
Jo 8:16; E, se na verdade julgo, o meu juízo é verdadeiro, porque não sou eu só, mas eu e o Pai que me enviou.
Jo 8:17; E na vossa lei está também escrito que o testemunho de dois homens é verdadeiro.
Jo 8:26; Muito tenho que dizer e julgar de vós, mas aquele que me enviou é verdadeiro; e o que dele tenho ouvido, isso falo ao mundo.
Rm 2:1; PORTANTO, ficas sem desculpa, quando julgas, ó homem, quem quer que sejas, porque te condenas a ti mesmo naquilo em que julgas a outro; pois tu, que julgas, fazes o mesmo.
Rm 14:4; Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.
1Co 4:5; Portanto, nada julgueis antes de tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas, e manifestará os desígnios dos corações; e então cada um receberá de Deus o louvor.
1Co 5:13; Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai pois dentre vós a esse iníquo.
1Co 6:7; Na verdade é já realmente uma falta entre vós, terdes demandas uns contra os outros. Por que não sofreis antes a injustiça? Por que não sofreis antes o dano?
1Co 16:12; E, acerca do irmão Apolo, roguei-lhe muito que fosse com os irmãos ter convosco, mas, na verdade, não teve vontade de ir agora; irá, porém, quando se lhe oferecer boa ocasião.
2Co 10:7; Olhais para as coisas segundo a aparência? Se alguém confia de si mesmo que é de Cristo, pense outra vez isto consigo, que, assim como ele é de Cristo, também nós de Cristo somos.
Tg 4:11; Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão, e julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; e, se tu julgas a lei, já não és observador da lei, mas juiz.
Sl 37:1; NÃO te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniquidade.
Sl 37:3; Confia no Senhor e faze o bem; habitarás na terra, e verdadeiramente serás alimentado.
Sal 37:5; Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará.
Sl 37:7; Descansa no Senhor, e espera nele; não te indignes por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa astutos intentos.
Sl 37:8; Deixa a ira, e abandona o furor; não te indignes de forma alguma para fazer o mal.
Sl 37:14; Os ímpios puxaram da espada e entesaram o arco, para derribarem o pobre e necessitado, e para matarem os de recto caminho.
Sl 37:17; Pois os braços dos ímpios se quebrarão, mas o Senhor sustém os justos.
Sl 37:19; Não serão envergonhados nos dias maus, e nos dias de fome se fartarão.
Sl 37:24; Ainda que caia, não ficará prostrado, pois o Senhor o sustém com a sua mão.
Sl 37:25; Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua descendência a mendigar o pão.
Sl 37:40; E o Senhor os ajudará e os livrará; ele os livrará dos ímpios e os salvará, porquanto confiam nele.
Pv 24:19; Não te aflijas por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos ímpios.

Meditámos sobre o facto de que não devemos alegrar-nos, com a queda dos nossos inimigos, mas até devemos ajudá-los, porque a vingança a Deus pertence.
O nosso Criador, não deixará desamparados os justos, nem a sua descendência a mendigar o pão, não serão envergonhados nos dias maus, e nos dias de fome, se fartarão.






Sem comentários:

Uma Murmuração

Anciãos ou Presbíteros Eram os mesmos que os Bispos (Comentários estão entre parêntesis e tiveram a ajuda da Sociedade Religiosa Edições V...