sexta-feira, outubro 02, 2009

Um só é o vosso Mestre


Professor da Igreja

A seguir encontraremos versículos da Bíblia da Sociedade Bíblica de Portugal, e comentários.
Mt 23:10; Nem vos chameis mestres, porque um só é o vosso Mestre, que é o Cristo.
Lc 14:11; 18:14; Porquanto qualquer que a si mesmo se exaltar será humilhado, e aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado.
Jo 7:16; Jesus lhes respondeu, e disse: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou.
1Tm 1:7; Querendo ser doutores da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam.
Hb 5:12; Porque, devendo já ser mestres pelo tempo, ainda necessitais de que se vos torne a ensinar quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de Deus; e vos haveis feito tais que necessitais de leite, e não de sólido mantimento.
Tg 3:1; MEUS irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo.
2 Jo 10; Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis.

11111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111
A intenção do Senhor Jesus Cristo, ao dizer: Nem vos chameis mestres, porque um só é o vosso Mestre, que é o Cristo, é que não demos tanta importância aos mestres humanos, falíveis, que dizem e não praticam, que atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens, eles porém nem com o dedo querem movê-los.
Fp 2:8-11; (comentário) Eu não devo desejar que me chamem mestre, com a intenção de me darem tanta importância, como o valor que tem o Mestre Divino, o Verbo de Deus, Aquele perante Quem todo o joelho se deve dobrar, e a Quem toda a língua deve confessar que Ele é o Senhor para a glória de Deus Pai.
Aqueles que forem mais sábios, e mais aplicados ao estudo, e mais capazes intelectualmente devem servir a igreja de Deus, e devem ser santos.

S. Paulo alerta-nos para o facto de que, alguns queriam ser doutores da lei e não entendiam nem o que diziam, nem o que afirmavam.
Jo 7:16; At 2:42; (comentário) Eles não ensinavam a doutrina dos apóstolos, que era a doutrina de Jesus Cristo, e era a doutrina do nosso Criador.
O seu propósito, não era criar corações puros, boas, e sinceras consciências, e fé não fingida.
Por isso se entregavam a vãs contendas, então a lei era necessária a eles, que eram injustos, obstinados, ímpios, etc., não tinham recebido o Senhor Jesus Cristo, e não tinham sido postos no ministério por ordem do Filho Unigénito de Deus.
A lei é boa porque apoia o salutar ensino do Senhor Jesus Cristo, mas não é capaz de nos salvar, porque não conseguimos viver, fazendo o que ela manda, por isso o Espírito de Deus está connosco para nos santificar, e nos fazer produzir o amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé mansidão e temperança.

At 14:8-17; Ap 22:8,9; Devo ser mestre, mas não devo permitir que alguém dobre os seus joelhos diante de mim, para me adorar, o que deve ser feito só a Deus Pai e Filho, que inclue o Espírito de Deus.
2 Tm 2:15; 2 Pd 2:21; Mas primeiro devo ser mestre de mim mesmo, procurando aprender e saber qual a intenção do Espírito de Deus, ao inspirar os homens santos de Deus que falaram inspirados pelo Seu Espírito.
Devo manejar bem a palavra da verdade, ensinando a doutrina dos apóstolos, que é a doutrina de Jesus Cristo, e é a doutrina do nosso Criador.
O meu propósito, deve ser: criar corações puros, e boas, e sinceras consciências, e fé não fingida.

Os mestres receberão mais duro juízo, porque não ensinaram de acordo com a verdadeira doutrina, estarão a enganar as pessoas que os ouvem e estarão a servir a intenção do diabo, estarão a abusar da permissão de Deus, que nos deu capacidade de falar.
Mas nós devemos perseverar na doutrina de Cristo, isso demonstrará que somos o templo de Deus pai, Filho e Espírito de Deus.

Sem comentários:

Receberemos um Novo Corpo

(Gn 1:1-4; Rm 5:5; 8:11,14,26; 15:19; 1 Co 15:50-58; Sl 119:25,107,149,154,156; 143:11; 2 Co 3:6; Jo 14:17,26; 15:26; 16:13;20:22; Is 53:4,...